MB Review Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba


Chegou ao Brasil em Março o fenômeno Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba. O mangá de Koyoharu Gotouge foi anunciado pela Panini em dezembro de 2018 na CCXP e já causou um alvoroço entre os fãs. A editora aproveitou do hype e já colocou os dois primeiro volumes em circulação logo no primeiro mês de sua estreia.
Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba é uma série de mangá japonesa, shonen, de Koyoharu Gotouge. Está em publicação desde 2016 na Shonen Jump da editora Shueisha. A obra está em andamento com 19 volumes, com o 20º previsto para maio de 2020 no Japão. Uma adaptação para anime pelo estúdio Ufotable estreou em 6 de abril de 2019, e os episódios estão disponíveis na Crunchyroll.
Detalhes da edição da Panini:

Demon Slayer: Kimetsu No Yaiba #01 e #02de Koyoharu GotougeAndamento com 19 volumesPreço: 24,90Formato: 13,7 x 20 cm192 páginasSobrecapaPapel offwhiteMensalEditora PaniniOnde Comprar: https://bit.ly/3arGsgeAcompanha marcador de páginas
Comentando:
Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba é um sucesso estrondoso e isso não temos como negar. O mangá que desbancou as vendas de One Piece em 2019, e isso não é pra qualquer um, já que outros mangás chegaram perto, mas nenhum conseguiu ultrapassar. Mas como que um mangá que era mais um e se tornou esse fenômeno? Vamos entender um pouquinho.
O anime foi anunciado em 2018 e começou na temporada de Primavera de 2019 japonesa, e ficou no ar de 6 de abril a 28 de setembro de 2019 com 26 episódios e com o anúncio de um filme com previsão para outubro de 2020. A animação foi feita pelo estúdio Ufotable, famosos pela franquia Fate.
Com uma animação bem elaborada, cenas épicas de lutas e o famoso episódio 19 que bateu 9.9/10 no IMDb, Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba conseguiu um feito e tanto!

Kimetsu é um dos mangás em que podemos afirmar que a animação deu um “up” nas vendas e fez com que o mesmo alçasse vendas astronômicas no Japão. Pra vocês terem uma ideia, na época o mangá tinha até então 16 volumes e o 17º estava pra sair, a editora Shueisha teve que colocar as máquinas para funcionar e fazer novas tiragens de todos os volumes. O mangá já chegava nas lojas esgotados, as pessoas compravam a pré venda e as livrarias solicitavam novas reposições. Chegou ao cúmulo de só venderem no caixa pois o mangá estava sendo furtado das prateleiras.
Voltando ao review:
Se você só assistiu o anime e pega o mangá pela primeira vez, leva um baque. A arte da autora não é tão detalhada como na animação. Podemos dizer que ela “não enche” os olhos. Mas a história de Demon Slayer te pega no início.
Conhecemos a família Kamado no início. Tanjiro é o mais velho de 6 irmãos, e a família é completada pela mãe. Órfão de pai, ele é o “homem da casa”, responsável pelo sustento dos seus. Morando afastado numa montanha, ele faz carvão com ajuda de alguns dos seus irmãos para vender na cidade. Em um desses dias, mesmo nevando, ele desce a montanha para vendê-los. Na cidade, ele é surpreendido com seus conhecidos e acaba demorando muito e quando está para retornar para sua casa, já está bem tarde. Um senhor, que mora ao pé da montanha, o convida pra pernoitar ali, assim ele não corre o risco de encontrar os “onis”.

Família Kamado

Esse senhor o explica que os “onis” são criaturas demoníacas que atacam e se alimentam de humanos. Tanjiro fica muito intrigado com aquilo. Amanhece e ele decide ir pra casa. Já perto do seu destino, ele sente que algo não está certo. Ele corre até a sua casa e se depara com uma cena horripilante: sua família foi dizimada, totalmente massacrada. A única que ainda está respirando com muita dificuldade é sua irmã Nezuko. Imediatamente ele a coloca sobre as costas e tenta retornar a cidade para encontrar um médico. A neve é densa, difícil caminhar, mesmo com o peso de sua irmã, mesmo com dificuldades para andar, ele faz de tudo pra não desistir. Até que um encontro com Tamioka, um caçador de “onis”, muda seu destino.  O caçador vem com tudo pra cima deles, tentando matar sua irmã, pois ela está se transformando num “oni”. Tanjiro, mesmo com dificuldades, não deixa que sua única familiar seja morta, mesmo que ela não seja mais humana. Sua perseverança comove Tomioka, já que Nezuko, mesmo sem condições, tenta também defender Tanjiro. Onde já se viu um “oni” defender um humano? E o mesmo decide ajudar os irmãos. Ele o manda procurar um ermitão chamado Urokodaki, pra que ele o guie em busca da cura de sua irmã Nezuko.

Nezuko protegendo Tanjiro

Toda essa explicação é somente o primeiro capítulo da série. A partir daí vemos Tanjiro em busca de se tornar um caçador de “onis” e com isso conseguir uma cura para Nezuko. Além de vingar sua família que foi dizimada.No primeiro volume vemos Tanjiro encontrar com Urokodaki, começar seu treinamento, fazer seu primeiro teste e ir para Seleção Final, onde ele poderá se tornar um Caçador de Onis.
No segundo volume, temos a conclusão da prova da Seleção Final, a primeira caçada do Tanjiro e seu temido encontro com Muzan Kibutsuji, o “oni” responsável pela morte da sua família.

“Rusbé”

Considerações finais:
Demon Slayer tem uma história bem dinâmica. Não é um mangá que te enrola pra entregar a ação. Os dois primeiros volumes compreende quase 9 episódios do anime. Pra quem achou a animação arrastada, o mangá é bem mais direto ao ponto.
Tanjiro é um rapaz de bom coração, típico protagonista de shounen. Ao mesmo tempo que ele destrói um “oni”, o mesmo fica comovido e sabe que antes de ser um demônio, aquele ser também foi humano. Nezuko rouba as cenas, mesmo sendo “oni”, ela não se alimenta de carne humana, e com isso, vira uma grande aliada do irmão, aparecendo em momentos em que ele mais precisa. E o grande vilão, Muzan Kibutsuji, tem a aparência que lembra muito “Michael Jackson” e isso gerou muitos memes.
O volume 3 já chegou à loja da Panini. Na capa temos a presença Zenitsu, outro caçador que vai acompanhar os irmãos Kamado em sua jornada.
Confira como ficou a edição nacional de Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba:

 E você? Vai colecionar Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.