MB Review: Yunna e a Pensão Assombrada


Yuuna e a Pensão Assombrada (Yuragi-sō no Yūna-san) é uma obra publicada pela revista Weekly Shōnen Jump desde Fevereiro de 2016 e ainda está em andamento com publicações na revista, a obra de Tadahiro Miura já conta com 7 volumes publicados aqui no Brasil pela Editora Panini e até o momento 21 volumes no Japão. Lembrando que o mangá também conta com uma animação de 12 episódios que foram exibidos em 2018
A história do mangá começa com Kogarashi Fuyuzora que é um ‘médium da pancadaria’ dando um soco em um espírito que é sua forma de derrotar os seres espectrais e por fim consegue derrotar o espírito, como forma de agradecimento as pessoas que foram assustadas pelo espírito perguntam em que podem lhe ajudar como forma de agradecimento Fuyuzora disse que precisa de uma estadia barata e apresentam para ele a pensão Yuragi.

Capa nacional

Após se hospedar nesta pensão barata Fuyuzora tem o dever de enviar o espírito que ali reside pro outro plano para conseguir uma morada permanente no local. Até que em um banho nas fontes termais do local ele vê o espírito que ele precisa enviar para o outro plano, ela se chama Yuuna Yunohana uma jovem alma que Fuyuzora consegue ver perfeitamente suas feições, o que infelizmente não acontece para seres humanos ‘normais’, porém ele consegue vê-la por conta de seus poderes de médium.
Fuyuzora e Yuuna passam a viver rotineiramente sem que Fuyuzora faça-a ser exorcizada da forma casual na qual ele aprendeu a derrotar os espíritos e resolve e resolve ir pelo o caminho mais difícil de enviar Yuuna para o outro plano já que ela tem assuntos inacabados na terra e por isso não consegue ir para o céu, a obra foca inicialmente na pensão onde eles vivem com outras garotas que também moram no local e cada uma com suas particularidades dando aquele aspecto de Hárem. Yuuna, uma garota doce e carismática sempre está animada e acaba sempre se atrapalhando, ela dorme no mesmo quarto que Fuyuzora e acaba dormindo por muitas vezes sobre ele, quando ela percebe Yuuna fica totalmente envergonhada com o que acaba de acontecer e Fuyuzora é jogado bem longe por conta de seus poderes de Poltergeist que faz com que os objetos (incluindo pessoas) sejam arremessadas para longe que acontece com frequência caso ela fique envergonhada ou assustada.

               A trama claramente é focada no Ecchi e Hárem, mas, pode-se perceber uma boa dose de humor e descontração que dão um ar bem leve na obra, e como toda obra que leva o gênero Ecchi, por várias vezes existem imagem com digamos ângulos bem peculiares como demonstrado já na capa do mangá, estes nos quais com certeza vão agradar os apreciadores deste tipo de gênero que não deixa a desejar nem um pouco no humor ou na parte de ecchi. Não exatamente a obra foca apenas na parte Ecchi, ela busca resolver inicialmente o problema de Yuuna em não conseguir seguir em frente para o outro plano e outros problemas que vão sendo abordados na durante a obra.
A versão brasileira de ‘Yuuna e a Pensão Assombrada‘ tem o tamanho de 13,7x20cm conta com uma sobrecapa fosca e uma capa cartonada com verniz sobre toda a capa já o seu miolo foi produzido com o Papel OffWhite com 194 páginas com o preço de capa no valor de R$24,90, classificação indicativa de 16 anos a gráfica é a São Francisco

Sobrecapa

Recomendo o mangá?
Bem, se você curte uma trama bem humorada, recheada de poses sensuais e Oppais, com certeza é uma boa pedida começar a coleção, ela tem traços bem definidos, além de um bom enquadramento e um cenário bem trabalhado, além do qual você acaba  criando um vínculo com a protagonista pois ela é um doce de pessoa com sua inocência além de seu ótimo humor.               Entretanto, a obra conta com um efeito de ‘crec’ o que complica um pouco ao abrir o mangá, isso foi uma infelicidade que ocorreu a um tempo atrás com algumas obras que foram imprimidas pela Gráfica São Francisco (como Dr. Stone 5 e 6), entretanto após repetidos feedbacks de clientes a editora, este problema já foi corrigido à meses e desde então a gráfica vem publicando obras com impressões impecáveis acredito eu então que os demais volumes de Yuuna não tenham mais esse problema.

Review feita por Edson da Costa em um exemplar cedido gentilmente pela editora Panini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.