MB Marvel e DC: Um Homem Chamado Morbius

Morbius não é um vampiro. Como ele mesmo diz, é vampiresco. Um vampiro vivo. Com uma pegada de anti-herói, mas sem a prepotência e a arrogância do Octopus, somos apresentados a um personagem que está em busca de redenção.

A HQ Um Homem Chamado Morbius reúne uma minissérie escrita por Joe Keatinge e ilustrada por Richard Elson e Valentine de Landro. Acontece durante os eventos da HQ Último Desejo, que é o preview de Homem-Aranha Superior, quando o Dr. Octopus/Peter Parker está fugindo da prisão.Somos apresentados à origem do personagem, contando sua infância e os motivos da sua transformação. Suas ações passadas também são descritas, como as batalhas contra o Aranha e sua participação no grupo de monstros Filhos da Meia Noite.

Nada é ignorado, apenas mudado o ponto de vista, passando a ser do Vampiresco.Morbius quer paz. Um tempo para pensar no que fazer para sair do seu modo “monstruoso”. Mas isso é o que ele menos terá. Por indicação de um parceiro, parte para Brownsville, um distrito de Nova York que é abandonado por todos, um lugar perfeito para se esconder e refletir.

Mas não é isso que acontece.Com uma história envolvente e cheia de ação e mistérios, a HQ cumpre com sucesso em estabelecer Morbius como um anti-herói adicionando personalidade e carisma a ele, fazendo com que o leitor tenha empatia, vendo seu esforço para se tornar uma pessoa melhor e curar seu problema.

A arte segue a ideia principal de Homem-Aranha Superior, com quadros grandes, dinâmicos e diálogos menores. Além de ter cores mais sombrias e frias. Já o design dos personagens são bons, modernos e bem detalhados, agradando a todos.O encadernado é bem feito com papel couchê e capa dura. Não tem extras, porém é luxuoso demais para quem quer apenas conhecer o personagem sem muito compromisso.

Um Homem Chamado Morbius é a HQ perfeita para ser apresentado ao personagem, estabelecendo o mesmo como um anti-herói e não como um Vilão, com uma boa história fechada, dando base para quem se interessou pelo Vampiresco após assistir ao filme.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.