MB HQ’s: Gwen Aranha vol. 2

Gwen Stacy abre mão de seus poderes por se sentir culpada por matar seu amigo Peter Paker e pelos diversos transtornos desencadeados por isso. Mas como será essa nova vida como um ser humano comum?

Esse é o questionamento de Gwen Aranha: Poderes Espetaculares, segundo encadernado da coleção Marvel Teens pela editora Panini.

Terra 65 é um dos vários mundos do Multiverso Marvel. Com mais liberdade criativa, encontramos a Capitã América negra, Matt Murdock como vilão ardiloso e Frank Castle beirando a insanidade – bem, isso é o normal!  E no centro disso tudo nossa protagonista, a jovem, insegura e problemática Gwen Stacy.

A história mostra a garota tendo de lidar com a dualidade angustiante em ser heroína e criminosa ao mesmo tempo, depois de matar Peter Parker. Sua vida piora ainda mais quando seu pai é preso por proteger a Mulher Aranha e a garota tem seus poderes roubados pela misteriosa Cindy Moon.

Gwey ainda precisa resolver seus problemas com as amigas de banda, As MaryJane, e com todo um ciclo de amizades abalado pela prisão de seu pai. Como desgraça pouca é bobagem, ainda tem de dar conta dos vilões e malucos que combate, ou tenta combater.

A história passa a maior parte do tempo explorando a vida pessoal e as relações sociais de Gwein, deixando um pouco de lado as cenas de ação. Ainda assim temos ótimas batalhas como o embate contra Frank Castle. Mas por preferir uma narrativa focada nas motivações da heroína, talvez a obra desagrade parte do público. Além disso, conta com um final aberto.

O que mais pode incomodar o leitor é a mudança no traço. As ilustrações não são muito bonitas. Por ser um mistura de diversas hqs, conta com mudanças que causam algum estranhamento.

A coleção Marvel Teens tem um bom custo benefício se levarmos em conta a qualidade do papel. Peca apenas nas escolhas pouco atrativas para o público mais jovem, com uma bela exceção para Miles Morales.

Particularmente gosto da personagem Gwen Stacy, mas acredito ser essa a fase mais reflexiva da personagem. Percebo uma boa melhora nas sagas atuais, o que ajuda a mostrar o potencial da personagem e o quanto sua presença mexe com o universo Marvel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.