MB HQ’s: Marvel – Verse Doutor Estranho

Doutor Estranho é um personagem em evidência por suas participações no MCU. Mas e nas comics? Com qual HQ que podemos ter uma noção básica do personagem sem ler toneladas de histórias e gastar rios de dinheiro. Confira nossa análise de Marvel-Verse: Doutor Estranho.

Um dos motivos pelo qual os mais jovens sentem-se desanimados ao ler comics é justamente não saber a origem de seus personagens, tendo de encarar toneladas de histórias produzidas ao longo de quase um século de existência. A coleção Marvel-Verse da editora Panini veio para suprir essa necessidade, dando rumo aos personagens que estão em evidência por conta do universo cinematográfico. Cumpre com sua função de forma simples, permitindo que qualquer pessoa leiga no assunto tenha acesso e compreenda a história de um determinado herói.

Para começar a falar dessa coleção vamos de Dr. Estranho,  personagem em evidência depois do lançamento do filme Dr. Estranho no Multiverso da Loucura.

O encadernado é composto por cinco histórias que definem o papel do personagem dentro do universo Marvel. A primeira é sua origem contada na série Uncanny Origens de 1996, adaptada na época pela finada editora Abril. Pouco conhecida pelo grande público, dá um panorama geral sobre a origem do personagem. 

A segunda história apresenta o vilão principal do herói e de sua amada. As histórias subsequentes são contadas a partir de situações que o definem como um conselheiro dos heróis e o mago supremo.

A ideia do Marvel-verse é mostrar diferentes facetas de um mesmo herói sem perder a coerência. E isso inclui apresentar a editora e suas ideias, bem como suas mudanças, no decorrer dos anos, o que nos permite ter uma boa noção do que e quem ler.

O preço da série é um dos mais baratos da editora, trazendo um projeto decente para o público que quer atender, leitores casuais que só esperam conhecer um pouco mais sobre o personagem sem precisar correr atrás de muito material.

Para finalizar, Marvel-Verse Dr. Estranho cumpre com competência o objetivo de ser uma coleção informal, ao mesmo tempo que constrói uma base para o personagem.

Se você não está habituado às comics, mas gosta dos personagens do cinema, talvez seja a solução ideal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.