MB Review: Cidade

Em Cidade, dos argentinos Ricardo Barreiro e Juan Giménez, acompanhamos a jornada de Jean e Karen tentando sair de uma metrópole sem fim. Pegos de surpresa por desafios para sobreviver na busca por uma saída, terão de enfrentar a si mesmo para poder sair deste misterioso local.

Jean é um publicitário que vive uma rotina monótona e depois de uma com sua namorada, decide voltar a pé para casa. Em meio a uma noite fria percebe não reconhecer mais as ruas de seu caminho. No desespero, Jean encontra um carro todo blindado e armado, onde sofre uma tentativa de assassinato. Por sorte, o rapaz é salvo por uma garota chamada Karen.

Tanto nossos protagonistas como as pessoas ao seu redor estão na Cidade, uma metrópole sem fim onde pessoas aparecem sem motivo nenhum, os ‘’Naufragos’’. Neste local, é preciso lutar pela sobrevivência e Jean precisa confiar em Karen se quiser continuar vivo.

Ao longo de sua jornada na busca por uma saída deste enorme local, Karen e Jean passam por diversas aventuras, com pessoas naufragadas há anos. Sua busca não é apenas pela saída da Cidade, mas uma luta individual contra sentimentos e convicções. 

A Cidade é um lugar totalmente inesperado. Não há como se precaver e antecipar suas ações. Em cada capítulo somos surpreendidos por um novo acontecimento totalmente diferente do anterior, fazendo com que nossos protagonistas precisem lutar pela sobrevivência. É isso que nos faz ficar cada vez mais interessados por este misterioso lugar. 

É difícil escolher uma história como favorita, mas arrisco dizer que o episódio do esgoto me surpreendeu ao inserir diversas homenagens.

A arte de Juan Giménez é uma das coisas mais belas que os quadrinhos podem nos proporcionar. Cidade é um dos quadrinhos mais bem desenhados que já vi. O fato de ser preto e branco nos faz perceber o quão talentoso Giménez é ao dar vida a Cidade apenas se utilizando de sombra e luz. Nos roteiros, Ricardo Barreiro nos entrega uma história que nos deixa intrigado com cada história entregue. 

Cidade é um dos maiores acertos da editora Comix Zone e demonstra mais uma vez como há tantos quadrinhos de autores argentinos excelentes que o público brasileiro precisa conhecer. Recomendadíssimo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *