MB Review: O Muro

Obra de Fraipont e Bailly, O Muro conta a história de Rosie, que aos 13 anos de idade vive uma adolescência conturbada. Após sua mãe fugir com outro homem, e por ter um pai ausente por conta do trabalho, a garota tem uma vida monótona e, querendo tomar novos rumos, muda completamente sua forma de viver.

O quadrinho, que se passa no fim dos anos 80, nos traz um pouco da atmosfera da época, e nos faz imergir na vida de Rosie. Além de não poder contar com seus pais, sua  melhor amiga acaba deixando Rosie de lado para tomar seus próprios rumos. Ao se ver sozinha e entediada, sai em busca de alguma revolução na forma como lida com o mundo. Nessa busca, encontra Jô, um rapaz que a faz ter novas experiências em sua vida.

Além de contar a história de Rosie, o quadrinho nos faz refletir sobre a adolescência, apresentando semelhanças com a vida de quem lê e gerando identificação. Em uma das épocas mais conturbadas da vida, a transição da adolescência para a “vida adulta”, ainda mais em uma situação atípica como a de Rosie, buscamos refúgio em coisas que podem ser prejudiciais, como os vícios. No caso de Rosie, busca a fuga não somente na bebida, mas em qualquer coisa que possa tirá-la da realidade. E ter de ser responsável pelo seu próprio futuro, ao mesmo tempo em que o cotidiano vivido como criança ainda a persegue, é estarrecedor.

De todas as formas, é um período dedicado a novas experiências, que por vezes podem ser prejudiciais. No caso do quadrinho, nossa protagonista deve descobrir sozinha o que é certo e errado. Pela falta de seus pais e amigos, acaba tomando caminhos de certa forma prejudiciais.

A arte de “O muro” é toda em preto e branco e conversa muito bem com o roteiro. Em diversos momentos é fácil sentir o aperto de algumas experiências de Rosie, fazendo com que nos aprofundamos ainda mais na história.

“O muro” é um quadrinho simples, que nos faz refletir sobre a nossa vivência, tanto na adolescência quanto na vida adulta, de forma simples e delicada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *