MB Literário: Sakura Hiden, como amar mesmo estando longe

Sakura Haruno nunca foi uma das minhas personagens favoritas de Naruto. Sasuke também não. Eu aprendi a conviver com eles (ainda mais com o segundo mencionado).

Publicada em 2015, a novel Sakura Hiden é escrita por Tomohito Ōsaki e ilustrada por Masashi Kishimoto. Aqui no Brasil, foi lançada pela Panini em abril de 2021 sob o nome de A História Secreta de Sakura: Contemplações de Amor na Brisa de Primavera.

Sinopse: Sakura e Ino abrem um hospital para cuidar de crianças traumatizadas pela Quarta Guerra Ninja. Enquanto tentam abrir a instituição na Vila da Areia, uma trama sinistra começa a cercar Konoha, envolvendo até mesmo Sasuke, que ainda está afastado da Vila da Folha, para a tristeza de sua enamorada Sakura.

A quarta novel de Naruto publicada aqui no Brasil, terceira da série Hiden, dessa vez é focada na Sakura, uma kunoichi médica da Vila da Folha que dedica seus dias entre missões e cuidar da clínica médica onde ela é uma das responsáveis.

Sakura e Ino são as responsáveis por um novo programa de reintegração para crianças marcadas com o pós guerra. Após um ano e meio da criação da Clínica de Terapia Infantil, seus resultados são extremamente satisfatórios e Sakura é convidada para, na Vila da Areia, ministrar os benefícios fazendo que o mesmo projeto seja implantado. Ambas saem em missão para conversar com o Kazekage.

Enquanto isso, está sendo discutido na Vila da Folha junto com ao daimyo-sama e Homura-sama, o orçamento para distribuição do capital. O programa da Sakura está cotado, mas aparece Kido e, com sua interferência, faz com que a ajuda de custo acabe indo para os Anbus. Kido Tsumiki usa sua influência e menciona alguns ataques que aconteceram a pouco tempo atrás com o Senhor Feudal, fazendo assim a verba ir para a sua organização.

Após a palestra, Sakura e Ino são chamadas por Gaara e comparecem a uma reunião. O Kazekage tem uma péssima notícia: Sasuke foi visto junto a terroristas fugitivos de algumas vilas e sua intenção em se aproximar dessas pessoas é recrutá-los para destruir a Vila da Folha. Abalada, a kunoichi do time 7 não quer acreditar, mesmo com o líder a da Vila da Areia confirmando que as fontes são seguras. As meninas têm a missão de retornar a Folha o mais rápido possível e reportar ao Hokage o que foi dito ali em sigilo.

De volta ao país do Fogo, Sakura e Ino se dirigem ao gabinete de Kakashi para relatar o ocorrido e dão de cara com Sai, que tinha acabado de reportar a missão que o Hokage o tinha incumbido. Ainda com a cabeça quente, as meninas pensam em algum tipo de explicação para o caso, já que todos são unânimes em saber que aquele não poderia ser o Sasuke Uchiha que eles conhecem.

A missão que o sexto Hokage tinha dado para Sai era seguir Kido, a fim de obter algum indício que o mesmo estava tramando alguma coisa. O Anbu tinha atitudes suspeitas e Kakashi desconfiava da índole dele. Kido nunca andava sozinho, estava sempre acompanhado de Magire, um ninja médico. Depois de alguns dias seguindo a dupla por diversos esconderijos, um informante de Sai entra em contato e relata a aparição de Sasuke, envolvido com um ataque à contrabandistas. E que estaria o usuário do Sharingan também em negociação com uma organização criminosa. Além de que Kido conseguiu o que queria, a verba para Anbu. Mas algo ali, do que lhe foi passado, o deixou em tom de alarme. Segundo o rapaz, a organização estava fazendo varreduras no Vale Sem Fim e na ponte que foi palco da luta do Sasuke e Danzo. Eles estavam recolhendo materiais, amostras de terras e rochedos.

Passam-se os dias e aparecem mais notícias que Sasuke está envolvido com criminosos. Ainda não se ter respostas concretas que ele  é inocente, mesmo todos acreditando. Conseguir comunicação com o Uchiha é impossível, visto que sempre é ele que entram em contato quando quer. Sakura está mais preocupada. E um encontro com Naruto alivia um pouco a tensão. Em mais uma ida a sala de seu ex mestre, encontra Ino e Sai lá. Após uma conversa, algumas informações são repassadas e uma luz no fim do túnel surge, e se Kido e Magire tem algo haver com tudo isso? Sai foi atacado por ninjas com uma espécie de “caudas” que muito lembrava aos usuários de Bijus, os relatos do informante sobre as varreduras suspeitas da Anbu e a ambição. E vendo os três empenhados, Kakashi dá a missão para que eles confirmem as suspeitas.

A formação Ino-Saku-Sai, como foi chamado aquele time, decide investigar os locais citados onde a Anbu fez o recolhimento. Ao fim do dia, despois de discutir sobre as pistas levantadas, cada um vai pra casa. Sakura estava chegando a sua quando sente uma presença. Sasuke enfim tinha aparecido e ela estava feliz por poder provar a sua inocência. Mas, quando a kunoichi médica abaixa a guarda, é pega em um Genjutsu. Sakura é sequestrada.

Podemos dizer que nessa novel Sakura está muito mais madura. Ela ainda pensa em seu amor por Sasuke, mas não é mais o seu principal objetivo. Ela é uma mulher forte, kunoichi e ainda responsável por um projeto que está fazendo diferença entre os habitantes da sua vila. A Clínica de Terapia Infantil trouxe ótimos resultados e tem tirado as crianças do trauma pós guerra. Programa esse que está ganhando outros lugares.

Como na novel de Shikamaru, já podemos ver alguns casais se formando. Naruto e Hinata estão de casamento agendado (casamento esse que ocorrerá em Konoha Hiden que está previsto para agosto pela Panini), Ino já está olhando Sai com outros olhos e ela menciona que Chouji está saindo com Karui.

A leitura é bem leve, vale muito para os fãs de Naruto. É bom acompanhar os personagens e não focar só no protagonista da obra principal. Das novels, essa foi a que menos tive afinidade. Como mencionei lá em cima, ainda estou aprendendo a gostar da Sakura e do Sasuke nem sei se chegarei a gostar um dia. Mas posso dizer que saiu algo muito bom dessa união, a Sarada. Essa eu gosto de verdade.

A edição possui 128 páginas, miolo pólen bold, capa cartão com orelhas. Acompanha um marcador de brinde. É um livro, não possui ilustração, a não ser na abertura. Preço de capa, R$39,90.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.