MB Movies: Wandering Ginza Butterfly 2 – She-Cat Gambler (1972)

Wandering Ginza Butterfly 2: She-Cat Gambler é a sequência e o último filme da série “Borboleta Errante de Ginza” (Wandering Ginza Butterfly), inclusive a continuação foi lançado no mesmo ano do primeiro filme. Novamente com direção de Kazuhiko Yamaguchi, que co-escreve com o senhor Isao Matsumoto, é estrelado pela atriz/cantora Meiko Kaji que retorna ao papel de Nami e ainda conta com o lendário ator Sonny Chiba, que entrou no lugar do ator Tsunehiko Watase que fazia o papel do personagem Ryuji no primeiro filme, infelizmente o senhor Chiba veio a falecer em Agosto deste ano, devido complicações da Covid-19.

Aqui temos a senhorita Nami retornando a Tóquio para encontrar o homem que matou seu pai, há 13 anos. No caminho, ela salva uma jovem chamada Hanae, cujo pai a havia vendido para a prostituição. Mas, ao fazer esse ato nobre, ela acaba se envolvendo com a gangue Yakuza, que não quer abrir mão de sua propriedade e quer manter um controle rígido sobre o distrito de Ginza. Com a ajuda de Ryuji, um cafetão de bom coração, ela precisa encontrar o homem que matou seu pai e lidar com a ameaça da Yakuza.

Apesar da sequência ter uma história semelhante e os personagens praticamente terem o mesmo nome, é um filme bem diferente do anterior em diversos aspectos, como por exemplos: Neste, a personagem que a senhorita Meiko Kaji interpreta não é mais uma habilidosa jogadora de sinuca, aqui o foco é o Hanafuda, um jogo de baralho japonês de 48 cartas; o tio da Nami que a ajudou no primeiro filme nem é sequer mencionado, além de que o personagem Ryuji não é mais interpretado pelo ator Tsunehiko Watase, porém, ele está presente, mas numa participação especial como um engraxate de pavio curto. 

Falando em diferenças, algo que senti muita falta foi a paleta de cores mais colorida do primeiro filme, que transmitia um ótimo contraste dos personagens com as luzes do distrito de Ginza. Entretanto, foi escolhido uma fotografia com tons mais cinza e escuros. Não é de todo ruim, mas ainda prefiro a composição de cores do filme anterior. Outra diferença que vale mencionar são as cenas de comédia que não havia no primeiro, inclusive tais cenas cômicas na maior parte do tempo deve-se ao ator e artista marcial japonês Sonny Chiba, que interpreta um cafetão mulherengo mas que possui um grande coração. Uma excelente atuação do senhor Chiba que, no ato final, ainda nos proporciona empolgantes sequências de lutas de espadas que abrirá um grande sorriso no rosto dos espectadores em geral e, quem sabe, despertar o interesse em procurar para assistir mais de suas obras cinematográficas.

Já sobre a atuação da Meiko Kaji, os fãs que curtem mais a atriz em papéis como Yuki, a mulher letal e vingativa de Lady Snowblood, certamente irão gostar mais desse filme do que o primeiro, pois é bem mais movimentado e com maior duração da batalha da sequência final. Como não gostar de ver a senhorita Kaji trajando um belíssimo kimono branco que logo estará sujo de sangue dos mafiosos que ela irá retalhar em questão de segundos? O tipo de cena maravilhosa que enche os olhos dos fãs da senhorita Kaji!

Apesar da mudança da fotografia e a falta de outros elementos marcantes que estão presentes no filme anterior, a continuação da série Wandering Ginza Butterfly não decepciona, ainda mais pelos momentos finais que são bem mais intensos e violentos. Chega ser deveras recompensador ver a senhorita Kaji e o senhor Chiba unindo forças para aniquilar dezenas de mafiosos de uma maneira extremamente impiedosa e deslumbrante! Wandering Ginza Butterfly 2: She-Cat Gambler é uma continuação sólida que vale muito a pena assistir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.