MB HQ’s: Calafrio Apresenta – Terror Negro

Houve um tempo em que os quadrinhos de terror nacionais dominavam as bancas. Foram várias publicações, durante décadas, feitas por talentosos artistas que até hoje permeiam nosso mercado e, vez ou outra, são resgatados.

A Ink&Blood, de Daniel Saks, merece um capítulo à parte nessa história. A editora segue firme desde 2015 recuperando histórias clássicas e publicando novas em duas revistas: Calafrio e Mestres do Terror. Ambas são sequências diretas das publicações da Editora D’Arte, de Rodolfo Zalla, que saíram entre os anos 1980 e 1990, e seguem firme com o propósito de trazer o melhor do terror em quadrinhos.

Como fechamento de 2021, a editora trouxe uma nova publicação, Calafrio Apresenta: Terror Negro #1. Aqui uma nova homenagem, desta vez ao título de mesmo nome da Editora La Selva, pioneira nesta linha de publicações, que saiu entre 1951 e 1967. O objetivo é trazer HQs clássicas e resguardar os demais títulos da casa para histórias inéditas.

A primeira edição conta com duas HQs. ‘A Paixão de Satanásia’ tem como mérito maior ser a primeira história de terror de um dos mestres do quadrinho nacional, Julio Shimamoto. O roteiro, que traz a ‘mulher do diabo’ se apaixonando por um condenado do inferno, mostrou-se fraco nesta releitura, mas a arte original de 1959 segue potente desde a bela imagem de Satanásia na abertura.

O verdadeiro destaque deste número fica por conta de Fernando Ikoma, autor da segunda história, ‘Satã, a Alma Penada’, esta original da Editora EDREL de 1969. E aqui é o oposto da HQ anterior. Se a arte de Ikoma pode te deixar com um pé atrás, o roteiro e o conceito da trama são bem interessantes. Uma mulher má morre e é condenada a “praticar cem boas ações lutando contra injustiças, os criminosos, os pecadores” para limpar “a mácula de sua alma”. Bobinho? Prepare-se para ler e se surpreender com o que o autor traz. Você concluirá implorando por outras edições. E, se vale a dica, procure posteriormente por Fikom – O herói do universo dos sonhos (Kalaco, 2012), outro clássico do autor.

Completa a revista um conto vampiresco de André Bozzetto Jr.

Um ponto delicado sobre esta publicação, e o editor trata sobre isso logo no editorial, é o nome da revista. Ao fazer uso da palavra ‘negro’ em contexto negativo, pode gerar críticas nos dias atuais por trazer preconceitos presentes na sociedade daquela época. Saks deixa claro que “não se refere ao grau ou classe de terror que será publicado, e sim à memória da imprensa nacional”. Além disso, deixa o caminho aberto para mudança no nome, caso venha a ofender.

A editora promete duas edições por ano de Terror Negro e, a julgar por esta primeira edição, espero que dure bastante.

CALAFRIO APRESENTA: TERROR NEGRO #1

Autores: Julio Shimamoto e Fernando Ikoma

Páginas: 44

Editora: Ink&Blood

One thought on “MB HQ’s: Calafrio Apresenta – Terror Negro

  • 7 de janeiro de 2022 em 10:50
    Permalink

    Tiago, muito obrigado pela resenha da edição. Fico honrado. Que bom que gostou da revista e aguarde pela sequência de histórias da Satã, A Alma Penada. Fernando Ikoma teve uma carreira muito breve nos quadrinhos, cuja maior marca foi a inovação e o dinamismo. Pela Edrel chegava a produzir várias e diversas páginas por dia. É muito bom estar resgatando a obra do artista. Grande abraço e feliz 2022!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.