MB Review: Terra Australis

Com um enredo incrível e um ritmo cinematográfico, Terra Australis mantém a qualidade por toda a obra. Surpreendente e envolvente, a ficção científica ambientada no extremo sul do planeta prende o leitor até o último quadro.

Não, não temos cangurus em Terra Australis. Muito menos desertos australianos e Men at Work como trilha sonora. Essa não é uma HQ ambientada na Austrália, mas no lugar mais inóspito do planeta Terra, a Patagônia. 

O termo latim australis significa “ao sul” e Terra Australis era uma das denominações usadas por cartógrafos para designar áreas ainda desconhecidas. Também é o nome dado ao continente perdido da literatura do século XV. Dito isso, podemos compreender melhor o título dado à obra. O que os protagonistas do thriller de Agustín Graham Nakamura encontraram nos confins congelados das terras ao sul? 

Ao chegar na cidadezinha para investigar um assalto seguido de um trágico e misterioso acidente – que fatalizou os assaltantes deixando apenas um sobrevivente – os detetives federais Maia e Mosca precisam interrogar Joel. Porém, o jovem de sorriso bobo não se lembra de nada sobre o acidente nem nada antes dele. O rapaz apenas repete constantemente que precisa ir para o sul enquanto desenha estranhas circunferências. 

Muitos segredos e mistérios envolvem o enredo de Terra Australis e um espectro ronda a história, revelando seus elementos durante a leitura. A tensão aumenta a cada quadro e nada nos cenários é o que realmente parece. Acompanhando as investigações de Maia descobrimos quem realmente é Joel e as motivações por trás de seus comportamentos estranhos. O ritmo cinematográfico, entrelaçado com a arte impecável de Nakamura, faz do leitor de Terra Australis um espectador acompanhando os desenlaces de um suspense no cinema. 

As cenas de ação são muito bem ilustradas, com trechos marcantes e reviravoltas fantásticas. Conta com personagens bem desenvolvidos, uma trama toda amarrada e um suspense que se mantém até a última página. Mais um trabalho incrível do autor, que domina muito bem o gênero e renova o universo sci-fi com maestria. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.