MB HQ’s: Coleção Clássica Marvel – Thor vol. 1

A Marvel estava revolucionando o mercado de publicações populares com seus super-heróis. Tinham o Quarteto Fantástico , Homem-Aranha e o Incrível Hulk, o ser mais forte do mundo ainda estava em formação.

Para equivaler a força de Hulk, precisava de outro personagem que pudesse dar mais intensidade às suas histórias. Mas somente um deus daria conta da missão. O panteão nórdico foi o escolhido e Thor foi criado. Porém sua origem na casa das ideias foi um tanto quanto duvidosa.

O médico Donald Blake testemunha a chegada de alienígenas. Ao esconder-se dos indesejados visitantes, encontra um estranho cajado. Quando toca no pedaço de madeira este assume a forma de Mjolnir e Donald Brake incorpora o deus do Trovão. A partir disso Thor se esconde por trás do médico com deficiência física para enfrentar situações adversas na luta do bem contra as forças do mal.

Thor tem uma história de origem bem diferente do personagem conhecido atualmente. Seus inimigos também são bem diferentes dos que conhecemos. Cientistas malucos, tiranos e comunistas são o que nosso herói mais combate. Era um desperdício incrível, mas tudo em defesa de uma suposta democracia e contrário ao mal vermelho. 

Outro fator que incomoda bastante é a relação de Donald Blake e Jane Foster. A moça é totalmente submissa e age como uma pessoa dependente afetivamente, característica comum nas personagens femininas dos anos 60. Para quem o lê hoje, chega a ser incômodo.

O ponto positivo são as batalhas contra Loki, o Deus da Trapaça e irmão de nosso herói.  Suas batalhas com Thor são o ponto mais alto do encadernado, com uma dinâmica mais parecida com o que conhecemos do personagem.

Esse primeiro encadernado do deus asgardiano é mediano, muito por conta dos inimigos desproporcionais ao poder do herói. Conta também uma origem bem diferente do que conhecemos, valendo apenas como curiosidade sobre as revistas de outra época. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.