MB Review: Soul Eater Perfect Edition vol. 2

Em Soul Eater: Perfect Edition #02 acompanhamos Soul e Maka tendo de lidar com a aparição de Medusa e seu espadachim Crona, o candidato a embrião de Kishin. Enquanto isso, Black Star e Tsubaki precisam enfrentar a espada amaldiçoada Masamune em um combate tanto no mundo externo quanto no interno.

Neste segundo volume somos apresentados a bruxa Medusa e seu espadachim Crona, que invadem uma igreja na região de Firenze, local ocupado pela gangue Materazzi. Maka e Soul estão próximos ao local e sentem que algo de ruim está para acontecer. Na igreja se deparam com toda a gangue derrotada por Crona e iniciam um confronto direto contra o espadachim.

Durante o combate, Doktor Stein e Spirit chegam para ajudar Maka. Ao voltarem para o colégio Amaan, conhecem a mais nova médica contratada: a doutora Medusa, a mesma bruxa apresentada anteriormente, porém, disfarçada. Ferido no combate, Soul se recupera enquanto Stein se preocupa com o fato do sangue de Crona ter se misturado com o sangue de Soul.

Depois de lerem o conto de Excalibur em um antigo livro da biblioteca da Amaan, Black Star e Kid decidem ir até a gruta da eternidade com a esperança de tirar a espada fincada na pedra ficada pelo herói lendário. Tudo isso rende um dos capítulos mais engraçados e inusitados do mangá.

Black Star e Tsubaki devem buscar a espada amaldiçoada Masamune. Isso ocorre por Tsubaki ser a irmã mais nova de Masamune, que entrou em tentação e agora está atrás de almas de pessoas boas para se alimentar. Durante o combate contra Masamune, Tsubaki conecta-se com seu irmão e tem de enfrentá-lo no mundo interior. O destaque deste combate fica na forma como o autor desenhou suas páginas de maneira diferenciada para demonstrar o mundo interior das almas.

O segundo volume de Soul Eater continua empolgante, nos apresentando mais detalhes do núcleo vilanesco da série e um pouco de sua mitologia, como o passado da Amaan e a origem do Kishin. Também explora o passado de alguns dos personagens principais. A série continua com momentos carismáticos e boas cenas de comédia na hora certa. Assim como no volume anterior, este contém páginas coloridas e o formato da publicação favorece demais a arte de Atsushi Ohkubo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.