MB Literário – SAO Fairy Dance Vol 1

Dando continuidade aos trabalhos de uma das novel mais importantes já lançadas no Brasil, vamos começar a falar da segunda fase de Sword Art Online, que para muitos é uma das partes mais “maçantes”: Fairy Dance. Lembrando que cada fase equivale a um jogo que os personagens participam, ficando mais fácil para localização dos leitores.

Relembrando os últimos acontecimentos de Aincrad, nosso protagonista acabou “zerando o jogo” salvando centenas de vidas, porém, nem todos não conseguiram sair do coma, e entre essas pessoas está Asuna.

Fairy Dance começa contando sobre a recuperação de Kazuto (Kirito) após retornar do coma. Ele descreve sua rotina e principalmente a relação com sua família, onde descobrimos que ele é adotado. Nesta fase somos apresentados a uma personagem importante a partir de agora na franquia, Suguha.

Suguha é a irmã adotiva de Kazuto e, de certa forma, a protagonista desta saga, pois a história deste primeiro volume é dividida entre ela e Kazuto. Suguha é determinada, uma atleta de Kendo, e nutre um sentimento mais forte que o fraternal por seu irmão adotivo.

No início, você acompanha a visão de Suguha sobre o retorno do irmão, que está triste por sua amada Asuna. Kazuto está se acostumando à volta da sua rotina, que agora é dividida entre visitas ao hospital, onde Asuna se encontra internada. Descobrimos também que Asuna pertence a uma família rica, que controla uma das maiores empresas de realidade virtual e games.

Em uma de suas visitas, Kazuto descobre que sua amada está prometida ao presidente das empresas da família de Asuna, o perverso Nobuyuki Sugou. Um cara egoísta que pensa em dominar toda corporação com o casamento. Ele pede para que nosso protagonista pare de visitar sua noiva e que ela está em seu “domínio”.

Sobre suspeita que Asuma esteja viva e em algum servidor, Kazuto parte em busca de informações e, graças a uma das amizades feitas em Aincrad, ele chega a um novo jogo da empresa da família de Asuna, ALfheim Online, onde existe a lenda de que ao chegar na árvore da vida (yggdrasil), encontrará onde a fada rainha está presa.

A partir daí começa uma corrida de Kazuto para tentar resgatar sua amada dentro do jogo e para isso ele precisa enfrentar o pesadelo de voltar a jogar meses após de sair do inferno de Aincrad. Ele volta a usar a alcunha de Kirito e começa a fazer sua história neste novo jogo, com novas amizades, desafios e inimigos.

Fairy Dance é uma saga que segue a parte final da primeira temporada do anime. Sua história é mais fraca que Aincrad e a novel segue a mesma tendência. A leitura é mais cansativa, pois tem elementos migratórios e de apresentação neste primeiro volume. Demora muito tempo na primeira parte onde Suguha é o foco, mostrando com uma certa “enrolação” o ponto de vista dela.

ALfheim Online é um jogo com a mesma base de SAO, mas com uma jogabilidade diferente. O fato de se aterem ao explicar essa jogabilidade também é cansativo, mas isso ocorre em todas as sagas de SAO (Exceto Mother Rosário) quando algum novo jogo aparece. Os novos personagens são poucos explorados neste volume, talvez a própria Suguha/Leafa seja a mais explorada, mas a própria relação entre Sugou e Asuna ainda não chegou ao ponto de ruptura. 

A parte mais animada da novel é sua parte final, quando Kirito e Leafa resolvem interferir numa tentativa de golpe em uma das guildas dominantes do jogo. Há uma boa luta com nosso protagonista, e se passa mais rápido os fatos. Esse acontecimento deixa um gosto de querer saber o que acontece e faz o leitor esquecer um pouco os fatores cansativos do início do volume.

A edição brasileira de Fairy Dance é bem traduzida e bem feita, com pouquíssimos erros. O fato de não parecer uma light novel me agrada, mas pode ser alvo de críticas de fãs mais fervorosos da franquia. Ao meu ver, Fairy Dance é a saga mais fraca da série, mas é um prato cheio para os fãs de Kirito e Asuna. Voltarei a escrever sobre o volume 2 em breve, fechando a minha análise do arco.

Se você é fã, é uma compra obrigatória, mas se você é um leitor casual, dá pra passar para a próxima saga sem maiores problemas.

Caso você queira adquirir a novel, está disponível na Loja Panini e na Amazon. Também pode ser encomendada nas nossas lojas parceiras. 

Até breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.