MB Nacional: Treze, de Camila Abdanur

Treze gatos pretos, três desejos e uma garota mágica. Absolutamente tudo nessa história em quadrinhos é cabalistíco e combina com o mês do Halloween!  

Sinopse: Olivia é uma garota que, ao adotar seu décimo terceiro gato preto, recebe a visita de um ser mágico, Tina, que lhe oferece três desejos. Indecisa, Olivia não sabe o que pedir e acaba sendo obrigada a conviver com a recém chegada até descobrir o que realmente deseja.

Essa é uma daquelas histórinhas curtas que a gente senta pra ler num dia chuvoso com uma caneca de leite quente pra acompanhar, sabe? Aproveitei que estou doente e embalei nessa leitura, principalmente porque sabia que ela ia deixar o meu coração quentinho.

Olivia é uma garota muito gracinha, que num dia chuvoso acabou adotando seu 13º gato preto. Junto com Dragão, ela também acabou “adotando” Tina, um ser mágico misterioso que vai lhe conceder três desejos, mas que não tem pra onde ir enquanto Olivia decide o que quer, então fica por aqui na Terra, aproveitando das nossas gostosuras e da companhia de sua nova amiga.

Eu amo o fato de que as únicas coisas que os gatos têm em comum é o fato de que eles são pretos e moram na mesma casa. Tirando isso, todos os gatinhos tem suas características e sua própria personalidade, tudo bem explicadinho na história. Inclusive, o Ciclope é piratinha igual o meu gatinho preto, que tem a mesma idade do Fantasma! 🥰

Fonte do gif: https://cahlac.com.br/treze 

Nós vamos acompanhando o dia a dia de Olivia e seus gatos, junto com alguns perrengues que eles passam e também vemos um romance sáfico nascendo. Definitivamente, como uma pessoa neurodivergente e assexual, eu afirmo que o momento favorito dessa história (depois do beijo) é quando a Olivia explica pra Tina que tudo bem se ela não conseguir amar como os seres humanos e que, mesmo se o tipo de amor dela for totalmente diferente das 7,8 bilhões de pessoas que existem no mundo, ele ainda vai continuar sendo válido e real.

O único problema disso tudo é que depois que o terceiro desejo for realizado a Tina precisa ir embora e não pode mais voltar. A partir dessa problemática vão surgindo algumas reflexões sobre como a vida é… como nós deveríamos aproveitar o tempo que nós temos com as pessoas que amamos e que, em alguns momentos, o amor não é o suficiente pra fazer a pessoa (ou o gato) ficar com a gente, porque as coisas acontecem como elas devem acontecer.

Ia ser absolutamente tudo para mim se Camila decidisse lançar um volume dois pra eu poder continuar acompanhando a evolução desse casal, mas é uma história tão fofinha e tão fechadinha que eu tenho certeza que não vai ter continuação, e se tiver, eu vou ficar com medo de ler, igual tive medo de ler Joy Second!

Eu conheci a Camila há alguns anos, pelo Twitter, e desde então ela é uma das minhas artistas nacionais favoritas e eu adoro acompanhar os processos dela. Inicialmente, Treze foi lançado num projeto colaborativo que, inclusive, na primeira semana já tinha batido a meta inicial. Quando eu soube que a Conrad Editora ia fazer o lançamento digital fiquei extremamente feliz e orgulhosa, porque sério, essa é uma história muito gostosinha e fala de algumas coisas dolorosas de um jeito tão sutil, que ela precisa estar disponível pra todo mundo ler.

Hoje é dia treze de outubro, mês do Dia das Bruxas, também fazem umas treze semanas que essa HQ foi relançada e eu aproveito pra endossar todo o apelo dessa história, que é: adotem gatos pretos. Eles sempre são os últimos a serem quistos e não deveria ser assim. Gato preto não dá azar, só carinho!

Gostou e quer comprar? Acho que eu vi um gatinho na Amazon!  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.