MB Review: A Lanterna de Nix #2

Opa, voltei! Nem faz tanto tempo, mas cá estou eu, já com o segundo volume de A lanterna de Nix de Kan Takahama. Lembrando que pode conter spoiler do volume anterior, então antes de ler esta review, dá uma olhada no volume 1 que vale muito a pena.

O volume 1 terminou de maneira não muito alegre. Miyo estava muito abatida por conta da declaração de Momo, que vai até França abrir uma nova filial da Vinght para a venda de produtos japoneses. Entretanto, a obra nos mostra que existe um outro importante motivo para Momo abrir uma nova filial naquele momento na fervente capital Francesa. Isso particularmente me deixa tão chateado quanto a Miyo, que tinha uma paixão secreta por seu patrão.

Bem, a obra se inicia com Momo em seus preparativos finais para zarpar rumo à França. Infelizmente, devido a seu jeito aparentemente bobo, ele esquece sua autorização de viagem, o equivalente ao passaporte hoje em dia. Miyo sai correndo para entregar a autorização dentro do navio e, apesar de reprimir por todo esse tempo seu amor por Momo, no último instante ela desaba, não consegue se segurar e se declara para seu amado e eu fico “Eita, é agora que vai dar certo!!!”. Que nada! Ledo engano, já digo de cara. Ele dá logo um fora em Miyo com aquele antigo dizer de que “ela merece uma pessoa melhor”. De qualquer forma, vamos ver posteriormente o real motivo disso tudo.

Momo chega então na França, o lugar onde tudo acontecia na Europa, e então busca encontrar um local e estabelecer sua primeira filial, mas ele não está sozinho nessa jornada. Quem o acompanha nesta empreitada é o Sr. Victor, amigo de infância, que também apareceu no volume 1. Mulherengo e inconformado que Momo não o acompanhara em suas aventuras com as chamadas Lorettes, o termo francês da época para as damas do prazer de luxo.

Entretanto, tudo tem um motivo, e o motivo de Momo ser tão recatado é o fato de que seu coração há muito tempo já pertence a outra dama. Judith é seu nome. Uma belíssima atriz, muito conhecida na cidade. O caminho de ambos já se cruzou em um passado e existe um motivo para tal paixão e é algo tão verdadeiro que aquele sentimento de tristeza pelo fora que Momo deu em Miyo se esvaiu e tudo novamente foi preenchido pela linda paixão e sofrida trama entre Momo e Judith, que é explicada de uma forma muito cativante.

No segundo volume, vemos um grande enriquecimento na trama já que agora temos 2 países desenrolando um enredo. Claro, neste volume o foco é em Paris, mas sem deixar o Japão atrás. A autora consegue te prender tão bem na história que você não fica escolhendo uma narrativa como ‘’ah, eu quero logo o enredo de Paris’’ ou o contrário. A história amadurece muito no segundo volume e deixa de ser aquela trama de Miyo apaixonada por seu chefe enquanto ele tenta ser bem-sucedido em seus negócios, se tornando algo muito maior, acredite.

O mangá passa a apresentar questões como, por exemplo, a desvalorização da mulher naquela época, prostituição e até depressão, que é um tema muito abordado dentro deste volume. Mas não se preocupe se pensa que é algo que vai te meter numa ‘bad vibes’ à moda Inio Asano. É algo reflexivo, até porque a obra não fala apenas disso, esse é apenas um dos temas que é abordado durante a trama.

Outro fato bem positivo é que a autora não me deixou com aquele “gosto de quero mais” com a inconclusão de uma narrativa colocando outra no meio, como, por exemplo, em um capítulo X eles estarem em Paris e você estar vendo o ápice daquela narrativa e quando vai chegar no clímax, mudam para a narrativa no Japão. Bem, isso não acontece em Nix. Ela põe um fim no que está acontecendo na França, vai pro Japão, te dá uma ótima história também, termina o Japão e volta novamente para a França, mas não necessariamente nessa ordem.

Nesse volume também vemos o passado de alguns personagens, então a história fica bem mais rica e dá à autora várias opções pra não deixar a obra maçante com uma leitura cansativa. Vale citar também que este volume está viciante! Eu li quase a metade do primeiro volume de uma vez! E só não li tudo por motivos de força maior, também conhecidos como “eu tinha que acordar cedo para trabalhar no dia seguinte” rsrs

Já era notório desde o volume anterior que a obra é baseada em muita pesquisa por parte da autora, até pelas transições de capítulos, e neste, apesar do tema focado na Europa, foram inseridas pessoas reais do Japão no século XIX dentro da trama de uma forma muito natural. Por exemplo, a mãe de Momo. Tanto ela quanto alguns de seus feitos dentro da obra realmente existiram e isso enriquece muito o trabalho de Kan Takahama.

Vale citar que, diferente do fim melancólico que o volume 1 teve, com a tristeza de Miyo sobre a partida de Momo, esse volume vai te surpreender. Devido a dedicação de Miyo na língua estrangeira ela recebe uma maravilhosa oportunidade de trabalho que, honestamente, até eu fiquei com inveja, então confira. A proposta que Miyo recebeu foi tão fascinante que eu já comecei a pensar no que vai acontecer logo após, no terceiro e último volume, e isso até me causa uma certa ansiedade, pois foi aberto um leque tão vasto para Miyo que fico receoso de como a obra terminará.

Os acontecimentos na França já me deixaram apreensivo e agora, com a proposta que Miyo recebeu, eu me pergunto “Como Takahama vai conseguir terminar em apenas mais 2 volumes?” (Já que cada volume A Lanterna de Nix no Brasil é um complicado de 2 tankos japoneses). Tento não pensar nisso, mas fica a dúvida, se a obra receberá um Final assim como o anime de Hunter x Hunter (2011) recebeu.

Como está o volume 2 de A Lanterna de Nix?

Bem, falando do produto físico, ele está bem construído. Basicamente nos mesmos moldes do volume 1, com sobrecapa com verniz localizado e capa fosca e um marcador. Com 460 páginas, neste volume temos um pequeno diferencial. Temos mais páginas coloridas ao fim de alguns capítulos, o que me deixou contente. Se eu já recomendei no primeiro volume, recomendo mais ainda agora no segundo, então confia e se delicie com essa obra. Caso tenha interesse em adquirir a obra, clica aqui e tenha já seus volumes em mãos, aproveita que o volume 3 já está sendo distribuído, até a próxima!

Adquira o seu em: https://amzn.to/3lhC0cL . Agradecimentos a editora Pipoca e Nanquim pelo volume cedido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.