MB Literário: 1 litro de lágrimas

Lançado em 2013 pela NewPOP Editora, 1 Litro de Lágrimas é uma tocante e sofrida autobiografia da jovem Aya Kito. Retirado de seus inúmeros diários, o livro traz um pedaço de sua vida, desde o primeiro ano de sua doença até o momento em que perde a capacidade de continuar a escrever.

O diário

“Minhas pernas amoleceram de repente e levei um grande tombo em uma rua estreita e toda cheia de pedrinhas a uns cem metros de casa”

Aos 15 anos, a pequena Aya começa a sentir os primeiros sintomas da Degeneração Espinocerebelar, uma doença hereditária que afeta as células nervosas do tronco cerebral, cerebelo e medula espinhal. Estas células vão sendo destruídas progressivamente, fazendo com que o paciente perca o controle dos movimentos voluntários de seu próprio corpo.

Sua vida, assim como pensamentos, vivem dentro de uma montanha russa, onde é praticamente impossível encontrar equilíbrio. Para Aya, era praticamente impossível não pensar em sua vida antes e como poderia ser. Atravessar a rua passa a ser um perigo e ela precisa modificar todo o seu dia a dia em prol de sobreviver.

Aya era apenas uma menina, mas sua vida estava virando de cabeça para baixo. Em seus diários, retrata pontos de declínio, desesperança e desespero. Confronta a si mesma e se autoflagela em culpa por sentir-se um peso para a família.

Em um relato real e cru, o livro conta com 200 páginas divididas em capítulos que separam as páginas do diário de acordo com sua idade.

1 Litro de Lágrimas é uma leitura tocante, triste e angustiante. Um livro com tons melancólicos e repleto de desejo pela vida. Aya, em vários momentos, expressa um apelo pela vida, sua força contida em cada página e um lampejo de esperança sempre que possível.

Não é uma leitura fácil, pois é repleta de sentimentos que irão lhe atingir profundamente, mesmo apenas conseguindo absorver um pedaço. 

Embora simples e direto, poderia ter sido tratado com mais delicadeza, tendo cuidado não apenas com o passar dos capítulos, mas também com os momentos dentro de cada um. 

Aya Kito

Aya Kito nasceu no ano de 1962 e morreu em 1988, aos 25 anos. Seu diário, intitulado 1 Litre no Namida foi publicado pela primeira vez no Japão dois anos antes de seu falecimento. Sua mãe, Shioka Kito, divulgou o diário com o objetivo de dar esperança a outras pessoas que sofrem da mesma doença.

Adaptações

O diário de Aya foi adaptado para os cinemas em 2004 e em 2005 para TV com o dorama “Ichi rittoru no namida”. A protagonista foi interpretada por Asae Onishi no filme e por Érika Sawajiri na série.

Além destas duas adaptações, 1 Litro de Lágrimas possui uma versão em mangá publicada aqui no Brasil em 2013, também pela NewPOP Editora.

“O fato de eu estar viva é uma coisa tão encantadora e maravilhosa que me faz querer viver mais e mais.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.