MB Review: Bokura no Shokutaku

Yutaka estava almoçando sozinho em um parque quando um garotinho lhe pediu um de seus bolinhos de arroz. O menino come e depois pede à Yutaka que ensine seu irmão Minoru a cozinhar, fazendo com que os três compartilhem refeições diariamente.

A comida tem a capacidade de nos conectar. Dentro de casa, nos mercados, nos restaurantes, em inúmeras culturas pelo mundo. A refeição representa um laço, estabelecendo vínculos entre duas ou mais pessoas. Bokura no Shokutaku é a prova disso! Um one-shot encantador sobre aquecer o estômago e alimentar o coração.

Yutaka se sente deslocado em sua família e entre seus colegas de trabalho. Reflexo de traumas da infância provocados ​​por seus irmãos adotivos. Agora, na fase adulta, não consegue comer ao lado de outras pessoas e fica absolutamente desconfortável ao tentar. Depois de recusas constantes, seus amigos de trabalho desistiram de convidá-lo para almoçar e o isolamento resultou em uma vida solitária.

Enquanto almoçava em um banco do parque, conhece o pequeno Tane, um garotinho faminto que pede para experimentar um de seus bolinhos de arroz caseiros. Intrigado com a interação inusitada, Yutaka timidamente compartilha sua comida até que o irmão mais velho do menino, Minoru, o procura e o repreende por se afastar.

Tane instantaneamente se apaixona pelos saborosos onigiris que acaba de experimentar. Isso faz com que Minoru o convide para lhe ensinar a receita em sua casa. Mesmo com receios com a possibilidade de novas interações sociais, Yutaka acaba por aceitar o convite. O primeiro encontro casual desencadeia uma sequência de eventos aparentemente simples que mudarão a vida de ambos para sempre.

Criando um ambiente propício para reflexões sobre o luto, o amor e a importância dos pequenos momentos da vida, a obra tem muito a oferecer aos leitores. Minoru e Yutaka se unem por meio dos alimentos, nutrindo não apenas seus corpos, mas também um sentimento muito maior que a amizade. Desde o primeiro beijo até formarem uma família com o adorável Tane, o romance acontece de forma natural sem forçar situações. O que é admirável para uma história tão curta.

Bokura no Shokutaku possui um olhar humano, tocante e relacionado à dinâmica familiar. Um belíssimo retrato do prazer em compartilhar refeições com aqueles que amamos. Um BL exemplar, altamente recomendado! Mangá inédito no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.