MB Review: Missão – Família Yozakura vol. 1

Asano Taiyo não consegue se comunicar com ninguém em sua escola além de Yozakura Mutsumi, sua amiga de infância. Mutsumi esteve ao seu lado durante muitos anos e sabe tudo sobre sua vida. Mas Taiyo não conhece tanto sua amiga como ele pensa, sequer imagina que a garota faz parte de uma das maiores famílias do submundo. 

“Eu aprendi duas coisas naquele dia. A primeira é que você só se dá conta do que é importante depois de perder. A segunda é que o que é importante pode ser facilmente perdido.”

Taiyo sempre foi um garoto extremamente animado e bastante interativo, até que ele e sua família sofrem um acidente que resulta na morte de seus pais e seu irmão mais novo, além de deixá-lo com uma cicatriz no olho.

Depois do acidente passa a enfrentar o medo de perder as pessoas de quem gosta, mais especificamente a única que sobrou, sua amiga Yozakura Mutsumi. Mas a garota esconde muitos segredos.

Para começar, um de seus irmãos é um completo maluco que por acaso trabalha como professor em sua escola. Yozakura Kyoichiro é o irmão mais velho da família Yozakura, que, por causa de um erro que quase custou a vida de Mutsumi, tornou-se completamente obcecado por “protegê-la”. Uma proteção assustadora que destrói qualquer um que se aproxime de sua irmã.

Kyoichiro passou muito tempo eliminando qualquer indivíduo suspeito que chegasse perto de sua irmã. E por suspeito quer dizer praticamente qualquer um. Ninguém e absolutamente ninguém, com exceção da família, é confiável.

É surpreendente como Mutsumi foi capaz de manter uma amizade durante todos esses anos e agora que seu irmão tomou conhecimento da existência de Taiyo precisa eliminá-lo o quanto antes.

Futuba, irmã de Mutsumi, sugere que a única forma para que Kyoichiro não veja Taiyo como uma ameaça à sua irmã, seria por meio de um casamento. Nesse caso, pela troca dos anéis de cerejeira que simbolizam a união conjugal na família Yozakura.

Por saber que seu amigo é incapaz de lidar com vínculos maiores, ela prontamente recusa a opção e tenta de tudo para salvar Taiyo. Agora que o garoto descobriu parte dos segredos que assolam a mente da amiga, será incapaz de manter-se longe do assunto e tentará ao máximo proteger Mutsumi da proteção exagerada de seu irmão.

Missão: Família Yozakura é um mangá de comédia nonsense que, literalmente, possui inúmeras coisas que não fazem o menor sentido, talvez ultrapassando o limite da falta de noção em uma história do gênero.

Kyoichiro é um excelente espião (apesar de um completo maluco), mas durante todos esses anos nunca encostou sequer um dedo em Taiyo, apesar de seus muitos esforços em afastar sua irmã de todos.

São apresentados todos os irmãos de Mutsumi ao mesmo tempo, além de inúmeros acontecimentos sem muito desenvolvê-los no primeiro momento. Os dois primeiros capítulos contém histórias incrivelmente absurdas e que não despertariam em mim o desejo de me envolver com a obra. Felizmente, a partir do capítulo três, as coisas deixam de ser tão exageradas e fica mais fácil acompanhar a leitura.

É uma história em quadrinho para quem gosta do gênero ou deseja algo tranquilo só para passar o tempo. Não foram apresentados grandes planos para o mangá e não é possível imaginar os próximos passos para sua continuação – além de prosseguirem com o treinamento de Taiyo para tornar-se um espião melhor e capaz de proteger Mutsumi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.