MB Review: The Ancient Magus Bride vol. 4

Convocada por Lindel, Chise volta para o Ninho dos Dragões para confeccionar seu próprio báculo. Enquanto a garota sofre para coletar madeira mágica para sua construção, o zelador do Ninho revela fatos sobre seu primeiro encontro com o mago dos espinhos.

“Ele é quase igual a uma fada ou espírito, mas… tem um pouco de “humano” mesclado. Seria facilmente explicável como sendo um humano transformado depois de falhar na execução de uma arte demoníaca. Mas é justamente o oposto.” (Rahab sobre Elias)

Lindel conheceu Elias logo que o mago despertou. Era apenas um estranho precisando de ajuda que acolheu e levou para um encontro com sua mestra, Rahab. Ele desejava saber o estado de seu novo amigo.

O zelador o ensinou um de seus primeiros feitiços e assim mantiveram contato durante anos. O mago é um dos poucos em quem Elias confia, motivo pelo qual ele não se opõe em deixar Chise desacompanhada neste reino fantástico.

A jovem dá o próximo passo para sua vida como maga: a confecção de um báculo mágico próprio. Seu instrumento de magia será feito da árvore nascida de Nevin, como era o desejo do dragão, e ela passa a maior parte do volume em sua criação, além de refletir e receber conselhos de seus novos amigos.

O volume 5 possui várias cenas lindamente desenhadas, uma energia pura e cenários fantásticos. A história é composta por imagens calmas, com a aprendiz entrando em contato com seu lado espiritual e conectando-se a si mesma.

Somos apresentados a seus medos e inseguranças. Vemos a garota se recusar a falar de seus sentimentos em voz alta por receio de perder tudo aquilo que já conquistou.

“As palavras não proferidas amadurecem com o tempo. Mas também perdem a vivacidade.” (Nevin para Chise)

Enquanto isso, em seu lar, Elias recebe um visitante que lhe diz que a aprendiz do mago deveria ingressar na Academia, assim como todos os jovens envolvidos com magia ou feitiçaria.

Esse é um acontecimento que, sem dúvida, será trabalhado nos próximos volumes. Porém, por enquanto, foi apenas citado como algo que está por vir.

A trama continua no mesmo caminho e embora esta tenha sido uma edição de suporte para a construção para o próximo arco, não deixa de ser a minha favorita até o momento. Espero seguir conhecendo mais sobre essa história maravilhosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.