MB Review: Astra Lost in Space #4

Opa galera, tudo tranquilo? Então, devido a inúmeros fatores, Astra sumiu da minha continuidade de reviews. Entretanto, temos aqui novamente Astra Lost in Space vol. 4. Pra quem caiu de paraquedas, é importante saber que já fiz review dos 3 primeiros volumes da obra, só conferir aqui #1, aqui #2 e aqui #3. De qualquer forma, se você continuar com a leitura, saiba que haverá spoiler.

Ao final do volume 3 a nave de nossos jovens viajantes sofre um grave acidente enquanto eles fugiam de predadores em seu novo planeta. O reator que impulsionava a espaçonave se foi e você fica numa dúvida tremenda de como eles vão sair dessa enrascada. Pois bem, eles encontram uma nave idêntica à deles e até se assustam e ficam em dúvida se aquela não é a espaçonave da tripulação. Entretanto, apesar de sua semelhança, logo percebem que a nave também está danificada, mas em outra área totalmente diferente.

Logo a tripulação decide entrar na nova nave, nitidamente abandonada, e vão em busca de algo ou alguém, a fim de verificar se existe algo na nave. Busca em vão, nada é encontrado até que Zack, nosso astuto piloto, acha uma mensagem de socorro quando ele tenta verificar os sistemas da espaçonave. Logo, vai até a sala de hibernação e encontra um único ser vivo em estado de hibernação. Uma mulher que, de tão fraca, desmaia nos braços do nosso capitão Kanata, afinal, ela passou 12 longos anos neste estado.

Polina, não totalmente recuperada, recebe a trágica notícia de que eles também estão com sua nave danificada e ela vê todas suas esperanças de ser salva virar pó. Mas não se engane, meu caro leitor, a equipe Astra tem uma solução muito inteligente pra sair dessa enrascada e deixo pra você, leitor, conferir. É algo até simples, que até imaginei no começo quando eles encontraram a outra nave.

O mangá segue adiante com tudo aquilo que já sabemos, param em um novo planeta com vida para conseguir suprimentos para que possam prosseguir com sua missão de retornar para o planeta natal. Novamente vale destacar o bioma do planeta, que todos são totalmente distintos e com esse não seria diferente, são criaturas únicas que vivem de forma única pois os planetas em que habitam fazem com que eles tenham a necessidade de evoluir para se adaptar a todas as condições, como o clima por exemplo.

Eu honestamente esperava por um volume mais tranquilo quanto os demais. A trama é boa, novos planetas, novas aventuras e isso já seria um prato cheio pra qualquer autor, colocar papel suas criações mirabolantes e aventuras espetaculares, mas depois do episódio do reparo da espaçonave me parecia que estava tudo indo muito rápido. Pouco mais da metade do volume eles já subiram no espaço rumo ao próximo destino, mas, não é só isso que acontece, esse mangá tem um plot twist, algo totalmente inimaginável.

Finalmente, descobrem quem queria matar todos os jovens, e não, não pense que é algum tripulante como já foi citado nos volumes anteriores – ou pelo menos o autor para de focar nisso para que nós esqueçamos dessa parte -. Todos tem um motivo para estarem ali, naquela situação, tudo foi planejado por pessoas que não estão perto dos tripulantes mas de alguma forma são ligados a todos eles, quer saber? Leia o volume 4, pois dos volumes que li até o momento, esse é o melhor de todos e já estou ansioso para ler o volume 5 e ver como termina tudo isso. E não para por aí, Polina também descobre algo espantoso sobre o seu destino após 12 anos hibernada. Fique atento que vou falar mais sobre esses eventos no último review de Astra Lost in Space.

Sobre o exemplar

Pois bem, como todos sabem, Astra segue um lindo padrão em formato tanko com sobrecapa, o exemplar que nos foi enviado não apresentou nenhum erro gráfico, tem uma página em couchê impresso em frente e verso com uma arte da obra em cada lado, além de, assim como no volume anterior, acompanhar uma cartela de adesivo que, com toda certeza, não vou fazer como no meu Ensino Fundamental, onde eu guardava os adesivos, vou colar todos na minha estante.

Então é isso, meus viajantes, espero que tenham curtido esse review e em breve já vamos acompanhar os acontecimentos do volume 5. Caso tenha interesse, você pode adquirir os volumes da obra clicando aqui. Agradeço a Editora Devir por gentilmente ceder o volume para nossa análise.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.